PROCEDIMENTOS PARA A FACE

OTOPLASTIA | CORREÇÃO DE ORELHA EM ABANO

Sobre o procedimento

A cirurgia de Otoplastia é indicada para remodelar a orelha com o intuito de reduzir a sua proeminência em relação à cabeça, melhorando o aspecto da denominada “orelha em abano”. Tal correção pode ser realizada a partir de 7 anos de idade.

Sobre o Procedimento

É importante frisar que não existe uma orelha igual a outra. Antes da cirurgia de Otoplastia, nem sempre estas diferenças naturais são percebidas pelo paciente. O que muda com a cirurgia é que a orelha terá um aspecto menos proeminente, sendo posicionada mais próxima da cabeça; as demais características já existentes, como assimetrias e contornos, serão mantidas. O tamanho da orelha não será diminuído com a cirurgia de otoplastia.

Onde se localizam as cicatrizes

A cicatriz se localiza atrás da orelha (no sulco formado entre a orelha e o crânio). A cicatrização depende das características individuais e da predisposição genética do paciente.Procedimento da Otoplastia

Tipo de Anestesia

O tipo de anestesia é definido em conjunto entre paciente/responsável e anestesista na consulta pré-anestésica.

  • Crianças: anestesia geral ou anestesia local com sedação, dependendo da aceitação da criança.
  • Adultos: anestesia geral ou anestesia local com sedação.
Duração do ato cirúrgico

Geralmente em torno de 2 horas (bilateral) ou 1 hora (unilateral). 

O tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. 

Internação

Geralmente, 24 horas.

Curativos

A proteção da cicatriz é feita com capacete nas primeiras 24 horas, a fim de evitar traumatismos locais. Após, utiliza-se faixa por um período de 30 dias, dia e noite, e mais 30 dias somente noite. Os curativos são trocados diariamente pelo próprio paciente, sem qualquer dificuldade, a partir do 2º dia de pós-operatório. No 1º dia o curativo é feito e trocado pela equipe médica ainda no Hospital. 

Qualquer reação alérgica aos curativos deve ser imediatamente comunicada ao Dr. Diego Rovaris.

Faixa pós operatório Otoplastia

Retirada de pontos

Geralmente entre 14 e 21 dias de pós-operatório. 

Riscos

Toda cirurgia envolve algum tipo de risco à saúde. Este risco varia conforme o tipo de cirurgia; as condições clínicas pré-cirúrgicas do paciente; as características individuais; predisposições hereditárias (de nascença); o tempo de duração da cirurgia e o tipo de anestesia realizada.

O fumo, o uso de anticoncepcional oral e hormônios, o consumo de drogas lícitas e ilícitas, álcool e o uso de substâncias e medicamentos não informados ao cirurgião podem desencadear complicações durante e após a cirurgia, aumentando o seu risco.

Existe a possibilidade, ainda que remota, de ocorrerem complicações leves, moderadas ou graves, tais como cicatrização hipertrófica, queloide, abertura de pontos, sangramento, infecção, tromboses venosas profundas, embolias pulmonares, infartos, arritmias cardíacas, derrames, isquemias cerebrais e, mais raramente, óbito (morte).

Resultado

Em média com 90 dias de cirurgia é alcançado o resultado. Após a cirurgia de otoplastia permanecerá uma leve assimetria na região tratada; mesmo quem não tenha queixa de “orelha em abano” não apresenta simetria absoluta. É importante ter em mente que o conceito de beleza e satisfação pessoal é algo muito subjetivo; muitas vezes o resultado que o paciente deseja não é possível de ser alcançado pelas técnicas cirúrgicas consagradas.

A melhora a ser obtida será baseada na situação inicial pré-operatória individual, e não em comparação a outros pacientes ou um eventual padrão de beleza.

Orientações pós-operatórias
  • Sempre lavar as mãos antes de tocar nas orelhas;
  • Obedecer e seguir a receita médica entregue na alta hospitalar;
  • Ao deitar-se, manter a postura em decúbito dorsal (deitar-se de costas), com a cabeça elevada a 30 graus. Não deitar de lado por 30 dias;
  • Movimente várias vezes os pés e as pernas. A cada 2 horas deitado, caminhe 10 minutos. Aconselhável o uso de meia elástica durante 30 dias após a cirurgia, como medida preventiva à trombose profunda e embolia;
  • Usar faixa 30 dias (dia e noite) e 60 dias para dormir;
  • Esportes e atividades físicas de contato, aguardar no mínimo 90 dias.
  • Exercícios em academia (musculação), aguardar no mínimo 45 dias;
  • Evite molhar o curativo por 48 horas. Mantenha seco e limpo o curativo.
  • Evitar o uso de secador e produtos químicos nos cabelos e qualquer outro tipo de tratamento sem a autorização médica. Após lavar o cabelo, passe uma gaze embebida com álcool 70% na região dos pontos;
  • Evite tinturas nos cabelos por no mínimo 45 dias;
  • Evitar pegar sol na orelha por no mínimo 3 meses. Não expor as cicatrizes ao sol por no mínimo 18 meses, pois gera o escurecimento da cicatriz;
  • Qualquer aparecimento de espinhas, alergia ou vermelhidão deve informar imediatamente ao médico.
Orientações gerais
  • Alimentação: priorize uma alimentação balanceada, rica em frutas, verduras e legumes. Não ingerir frutos do mar, camarão, carne de porco, pimenta, shoyo, gorduras, frituras e alimentos condimentados;
  • Caso você tenha animal de estimação em casa (cão ou gato), evite contato direto com eles nos primeiros 20 dias de pós-operatório e, em hipótese alguma os deixe subir em seu leito. O contato com qualquer tipo de secreção (especialmente a saliva de cães e gatos) pode elevar o risco de contrair uma infecção com consequências potencialmente sérias;
  • Voltar ao consultório para acompanhamento e curativos, nos dias e horários estipulados;
  • Tire com seu cirurgião plástico, e somente com ele, eventuais dúvidas;
  • É importante ter em mente que o bom resultado final de sua cirurgia também depende de você.