Lipoaspiração de Axila / Regata

Sabe aquela gordurinha que fica acumulada na região da axila e que as vezes é mais aparente com o uso de algumas blusinhas? Indicamos Lipoaspiração de Axila, pois essa é uma queixa bastante frequente em nossas pacientes.

A alimentação inadequada, o sedentarismo, a predisposição genética, o tabagismo e uso frequente de roupas muito apertadas, são alguns fatores que predispõem o aparecimento dessa gordurinha e/ou flacidez na região entre a axila e as mamas. 

Exercícios físicos podem reduzir essas gordurinhas e flacidez, principalmente exercícios de braços e peitoral, mas é uma região que costuma ser difícil de tornear. Muitas mulheres não conseguem eliminar esse excesso com atividade física e relatam o desconforto em nossa clínica.

Quando a paciente apresenta essa queixa, incialmente avalio se o excesso que gerou o desconforto decorre de gordura ou de flacidez de pele. 

No caso de acúmulo gorduroso, indico a Lipoaspiração de Axila / Regata; no caso de excesso de pele, a indicação é por tratamentos estéticos, pois a lipoaspiração poderá acentuar a flacidez no local e a remoção da pele por cirurgia implicará em uma cicatriz extensa e visível na região.

Objetivo da Lipoaspiração de Axila/Regata

O objetivo da lipoaspiração de axila/regata é retirar parcialmente as gorduras localizadas na região. No pós-operatório, vai haver edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas) que vão desaparecendo com o passar do tempo.

Após a retirada parcial da gordura, a pele se acomodará sobre a musculatura e sobre a gordura remanescente em graus variáveis, melhorando o contorno da região tratada. Em seguida, a pele se retrairá em diferentes intensidades, de paciente a paciente, e a maneira como isto se fará depende de vários fatores, tais como: aporte genético, idade, qualidade e tônus da pele. Ter a pele firme, com boa elasticidade, vai resultar em um melhor contorno após a lipoaspiração. 

As cicatrizes resultantes de uma Lipoaspiração de Axila são mínimas e ficam localizadas na axila. O tamanho varia entre 5 a 8 milímetros e são planejadas para ficar pouco visíveis. 

Nas primeiras semanas ou mesmo meses, as áreas tratadas estão sujeitas a períodos de “inchaços” e, por isso, poderão apresentar alguns pontos mais densos que outros (fibroses), que geralmente são perceptíveis com palpação e tendem a desaparecer após o 6º mês. 

Além dos cuidados gerais, deve-se evitar pegar sol por pelo menos 6 meses na área lipoaspirada, para prevenir manchas permanentes da pele. Orienta-se não expor as cicatrizes ao sol por no mínimo 18 meses, para prevenir o escurecimento da cicatriz (aconselha-se o uso de micropore nas cicatrizes).

Realizando as devidas drenagens linfáticas, o resultado definitivo será atingido gradativamente, no decorrer dos meses, geralmente entre 6 a 9 meses do pós-operatório.

Ficou com alguma dúvida? Acesse os materiais educativos de nossa página de Procedimentos e siga-nos no Instagram e Facebook.

Agende agora sua consulta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!